Voltar

Cuidados com a motocicleta: dicas para manter a aparência e bom funcionamento

Veja como deixar a sua moto com cara de nova por mais tempo

Inegavelmente, a moto é mais que um veículo, já que é uma grande paixão para muitas pessoas. Mas é preciso tomar algumas medidas básicas para preservar sua aparência e deixar o veículo com brilho, funcionalidade e excelente performance. Pensando nisso, hoje vamos listar algumas dicas de cuidados com a motocicleta para manter aquela cara de nova por muito mais tempo.

Infelizmente, assim como nós, os veículos também sofrem com a passagem dos anos. Por isso, é comum que algumas peças percam o brilho e apareçam alguns barulhos estranhos.

Sem dúvida, ter uma moto conservada é um grande sonho. Mas é possível conquistar este desejo com ações simples, que podem fazer uma enorme diferença com o passar do tempo.

Para isso, bastar ter alguns cuidados com a motocicleta e evitar erros comuns na hora de pilotar. Confira a seguir quais ações devem ser tomadas!

Revisões

Você já deve ter escutado sobre a importância das famosas revisões. Por isso, é fundamental dedicar atenção às recomendações do manual da sua moto e realizar as revisões no prazo indicado pelo fabricante.

No entanto, de uma maneira geral, é comum que a primeira seja realizada nos 1.000 km. Esta primeira análise é fundamental para garantir a vida útil da sua motocicleta.

Do mesmo modo, as revisões seguintes observam itens como válvulas, bombas, velas, suspensões, freios e correntes.

Lubrificação

De fato, esse é um passo muito importante para manter a sua moto com o desempenho que você tanto ama. A lubrificação tem o poder de diminuir o atrito entre as partes móveis de motor e câmbio.

Dessa maneira, sua troca deve ser realizada nos intervalos determinados em seu manual. No entanto, a dica é ficar de olho no nível de lubrificante e completar caso seja necessário.

Aliás, especialistas alertam que esta verificação deve ser feita toda vez que o motociclista for utilizar a moto.

Além disso, entre os cuidados com a motocicleta está a lubrificação dos cabos do acelerador e da embreagem. Portanto, a cada 12.000 km é fundamental analisar a situação destes componentes.

Do mesmo modo, é preciso dar atenção para pedais de freio e do câmbio, que necessitam ser avaliados regularmente.

cuidados com a motocicleta

Pneus

Você certamente já deve se preocupar com os pneus e eles devem ser prioridade nos cuidados com a motocicleta. Mas é sempre bom reforçar que os componentes precisam estar sempre na pressão recomendada no manual. Pois andar com pneu murcho força o motor e gera, inclusive, o aumento de consumo de combustível. No entanto, a dica é não exagerar, já que pneu muito cheio pode comprometer a suspensão.

Atenção diária

Sem dúvida, além dos cuidados com a motocicleta que já citamos, é importante dirigir de maneira adequada. Ou seja, evitar rodar com a moto em rotação máxima e com o acelerador totalmente aberto. Infelizmente, é comum que alguns motociclistas façam isso. Mas é preciso cuidado, pois a vida útil da moto pode ser reduzida com esta atitude.

Do mesmo modo, é necessário respeitar o limite de giro, pois o ato de forçar o motor ocasiona desgaste das peças internas.

A higienização da moto também merece atenção. Por isso, é importante saber lavar a motocicleta de maneira adequada, com esponja macia, solução desengraxante, secagem correta e outros requisitos que citamos na matéria que você pode conferir clicando aqui.

Outro cuidado importante é sobre o combustível. Afinal, é preciso abastecer apenas em locais de confiança, para fugir de gasolinas “batizadas”, que podem prejudicar muito a sua moto.

Além disso, caso precise trocar uma peça da motocicleta, procure uma marca que seja referência em qualidade. Pois a eficiência dos componentes pode influenciar diretamente no desempenho do veículo.

Por fim, se precisar de algum reparo mais profissional, o recomendado é levar a moto em uma oficina com profissionais que você confie.

Relação

Deixamos esta dica por último, pois queremos falar sobre produtos cheios de vantagens.

A relação final, que conta com conjunto de corrente, coroa e pinhão, também merece atenção especial. Desse modo, a corrente precisa estar sempre regulada para evitar travamento da roda ou rompimento dos elos. A lubrificação também deve ser feita a cada 1.000 km ou em momentos que a moto rodar na chuva e em estradas com pavimentos irregulares.

Mas sem dúvida, contar com itens resistentes pode fazer toda a diferença. A DID é referência em excelência na produção de correntes e kits de transmissão para motos.

Nossos produtos estão presentes nas melhores marcas do mercado e integram as motocicletas de pilotos das maiores competições do país.

Porém, toda a qualidade vista nas pistas pode ser sentida na sua moto. Pois o desempenho oferecido por nossos materiais é sentido em todos os tipos de solo.

Então se você deseja encontrar correntes e outros acessórios eficientes e produtivos, acesse o nosso site e conheça as melhores soluções para dirigir com segurança e em alta performance!