Voltar

Lubrificação da moto: entenda a importância desta tarefa

Saiba qual o momento ideal para lubrificar a corrente da sua motocicleta

Por mais que a corrente da moto não seja o primeiro elemento observado no veículo, trata-se de um dos componentes mais importantes para o perfeito funcionamento e até mesmo para a segurança do piloto. Afinal, ela é responsável por transmitir energia para a roda traseira e fazer com que a motocicleta se movimente. Por isso, merece atenção e cuidados especiais. A lubrificação da moto, por exemplo, pode aumentar sua vida útil e garantir algumas vantagens. Quer saber a importância de realizar esta tarefa? Então continue a leitura e descubra!

De fato, trata-se de um componente que está sempre exposto e sujeito a alguns danos causados por poeira, pedras e areia, por exemplo. Assim, a peça precisa de manutenção regular para assegurar que não existem defeitos e riscos.

Desse modo, a lubrificação da moto tem o objetivo de reduzir o atrito entre metais em movimento. Dessa maneira, é possível manter a funcionalidade das peças, como a corrente, que liga a coroa e o pinhão.

Sem dúvidas, esses componentes precisam estar sempre em movimento e com alta capacidade para suportar condições de usos extremas. Portanto, a lubrificação ajuda a diminuir o contato entre os itens, prolongando a vida útil deles. Da mesma forma, evita que algumas impurezas fiquem presas e prejudiquem o câmbio e outros sistemas da motocicleta.

De acordo com mecânicos especializados neste veículo de duas rodas, é muito importante que a tarefa de lubrificação da moto seja feita de maneira periódica e preventiva. Ou seja, as ações ajudam a prevenir qualquer quebra ou eventual defeito. Aliás, realizar esta análise com frequência ajuda o dono da moto a se antecipar e fugir de surpresas negativas, como desgaste prematuro da corrente, por exemplo.

Qual o momento adequado para fazer a lubrificação da moto?

Infelizmente, alguns motociclistas preferem não realizar a lubrificação. Pois sentem medo do serviço resultar em manchas nas rodas traseiras e em outros locais.  Porém, é preciso se prevenir, já que deixar passar esse cuidado tão importante pode acabar custando caro.

lubrificação da moto

Afinal, uma corrente danificada pode estragar outras peças, especialmente as de transmissão. Por isso, é fundamental lubrificar o componente. Mas como saber qual o momento ideal para isso?

Primeiramente, segundo a maioria dos fabricantes de motocicletas, o recomendado é que os pilotos limpem e lubrifiquem a corrente em intervalos entre 400 e 500 quilômetros.

Desse modo, é válido procurar informações no manual da moto, pois os prazos podem variar de acordo com cada modelo.

Como realizar a tarefa?

Sem dúvidas, um profissional capacitado é mais indicado para realizar a lubrificação da moto. Aliás, levar o veículo em uma oficina de confiança tem muitos benefícios. Pois evita sujeiras desnecessárias e outros erros que podem ocorrer no processo.

Mas queremos dar algumas dicas para quem deseja realizar a tarefa. O primeiro passo acontece antes mesmo de lubrificar, quando o óleo da corrente precisa ser removido, assim como a sujeira que estiver no local.

Para isso, é preciso utilizar uma flanela limpa.  Depois que isso for feito, o spray lubrificante pode ser aplicado em toda a corrente.

Dessa forma, a aplicação deve ser feita pela parte de dentro da corrente, pois a força de seu uso pode levar o produto para dentro do elo e prejudicar o funcionamento do veículo.

Para isso, um cavalete pode ser utilizado para que a moto não fique com a roda traseira em contato com o chão. Após a limpeza e a lubrificação, que pode ser feita com um pincel específico, é preciso aguardar pelo menos meia hora antes de voltar a utilizar a motocicleta.

No entanto é preciso atenção, pois o recomendado é utilizar o material indicado no manual. Aliás, usar um produto que não esteja descrito no guia da moto pode ser arriscado, já que itens inadequados podem até mesmo estragar a corrente. A graxa, por exemplo, é um tipo de lubrificante que não deve ser aplicado nas correntes da motocicleta. Pois conta com textura muito espessa e facilita o acúmulo de sujeira na peça.

Desse modo, a graxa vai ficando mais pesada quanto mais aumenta a sujeira acumulada. Assim, o produto começa a ser lançado da corrente através dos movimentos da motocicleta, oferecendo perigos ao câmbio. Além disso, o produto também elimina menos o calor e isso pode deixar a corrente da moto ainda mais quente.

A melhor corrente para sua motocicleta

Se você procura uma corrente de transmissão ou de comando para deixar a sua moto ainda melhor, chegou o momento de conhecer as opções incríveis que temos para você!

A DID está presente nas marcas mais tradicionais e reconhecidas do mercado. Além disso, também integra as motocicleta dos melhores pilotos do Brasil, proporcionando alta performance, desempenho e segurança em todos os tipos de solo.

Acesse o nosso site agora mesmo, conheça as linhas especiais e saiba onde encontrar o distribuidor mais próximo de você!