Voltar

Saiba como a máquina plantadeira atua no setor agrícola

Veja detalhes da funcionalidade deste equipamento de plantio

Sem dúvida, a cada dia que passa a indústria de máquinas agrícolas apresenta novidades em equipamentos. De fato, esse mercado movimenta o país e vem crescendo através de maquinários com muita tecnologia, inovação e funcionalidade. Hoje, existe uma infinidade de equipamentos no mercado, como a máquina plantadeira, por exemplo, que reduz significativamente os esforços humanos e o tempo do plantio,

Eficiência e produtividade

Primeiramente, ao falar sobre a máquina plantadeira é preciso esclarecer a sua função. O equipamento, que é sempre lembrado por sua eficiência é feito para o plantio. Dessa forma, a máquina dosa ou distribui partes vegetativas, de culturas como batata, cana de açúcar e mandioca no solo.

Através dela é possível definir de maneira antecipada as condições de alinhamento e espaçamento entre as mudas. Assim, o terreno plantado tem maior aproveitamento e menos desperdício de espaço. Por isso, é correto dizer que este equipamento consegue padronizar e melhorar a organização das plantações, como café e eucalipto, por exemplo.

Principais funções de uma plantadeira:

  • Armazenamento de sementes;
  • Liberação controlada das sementes;
  • Deixar o solo ao redor das sementes mais denso;
  • Distribuição correta da semente no terreno;
  • Cobertura das sementes.

Além das características citadas, as plantadeiras podem ser divididas em relação a distribuição de sementes. A divisão pode ser aérea, terrestre ou por linhas. No caso de linhas, existem dois estilos de máquina. A primeira trabalha com o fluxo contínuo, sem precisão entre sementes e conhecida por semeadeira. Já a segunda, de precisão, conhecida convencionalmente por plantadeira, atua com as sementes dosadas uma a uma.

Como escolher a máquina plantadeira?

Cada máquina agrícola possui suas peculiaridades e formas de utilização. Por isso, a escolha deve levar alguns fatores em consideração. Tamanho da propriedade, velocidades desejadas, gastos de combustível dos equipamentos e facilidade de operação são questões que devem ser levadas em conta na hora de adquirir um equipamento desse porte.

Sem dúvida, a escolha do maquinário agrícola correto pode significar mais qualidade e produtividade para a colheita. No entanto, alguns componentes também são responsáveis pelo sucesso do plantio. Um bom exemplo disso, são as correntes para máquinas agrícolas da DID, que oferecem um desempenho ainda melhor no campo. Quer conhecer esses produtos? Acesse o nosso site e confira!