Voltar

Colheitadeira: descubra detalhes importantes sobre este equipamento

Conheça as funções e características da máquina agrícola

Sem dúvidas, quem é agricultor sabe a importância de reunir um maquinário de qualidade para ter resultados incríveis. Por isso, é fundamental contar como equipamentos como a colheitadeira, que combina diversas funções e pode oferecer muitas vantagens aos trabalhos do campo.

Para te explicar um pouco mais sobre esta máquina, decidimos listar as suas principais características ao longo do texto. Então se você deseja saber mais sobre o assunto, continue a leitura e confira!

O que é uma colheitadeira?

Talvez você já saiba, mas é muito importante lembrar o que é este equipamento tão versátil. Portanto, a colheitadeira é uma máquina agrícola que combina diversas tarefas, como colheita, debulha e limpeza de culturas de grãos, que podem ser de milho, linhaça, aveia e trigo, por exemplo.

A história desta máquina

Inegavelmente, trata-se de um equipamento antigo. Pois segundo registros a patente da colheitadeira aconteceu em 1894, pelo americano Hiram Moore.

A máquina, que também é conhecida como ceifeira debulhadora ou ceifadeira, teve suas primeiras edições produzidas apenas para a colheita de milho e trigo.

No entanto, para chegar até seu modelo atual a máquina evoluiu muito. Aliás, hoje ela já é autopropelida e utiliza motores a diesel como fonte de energia.

Mas vale lembrar que ainda nos anos 70, pensando na transformação das atividades por conta da agricultura de precisão, a eletrônica passou a ser utilizada nas colheitadeiras para medir a eficiência da debulha.

Porém, atualmente o equipamento está cada vez mais tecnológico e conta com recursos e sistemas que otimizam sua velocidade, analisam o solo e proporcionam resultados ainda melhores.

Como funciona uma colheitadeira?

De fato, as funcionalidades de uma colheitadeira podem variar de acordo com a cultura que será trabalhada e outros fatores.

No entanto, de uma maneira geral as cabeças removíveis, conhecidas por cabeçotes, integram o equipamento. O componente conta com uma barra de corte e um rolo giratório. Além disso, o cabeçote tem também dentes metálicos ou de plástico, que fazem com que o grão cortado caia dentro da máquina.

Assim, a cultura cortada é levada pela garganta do alimentador. Depois que isso é feito, os grãos e a palha são separados dentro da colheitadeira.

colheitadeira

A importância do equipamento

Já falamos sobre como a colheitadeira funciona e sobre suas características. No entanto, é fundamental citar também o quanto o equipamento é importante. Sem dúvidas, trata-se de uma máquina muito eficiente. Através dela é possível produzir alimentos em grande escala, deixando o mercado ainda mais aquecido e competitivo.

Desse modo, a colheita é uma etapa fundamental na área agrícola. Pois determina também informações sobre o investimento e a comercialização dos produtos.

Por isso, é cada vez mais comum que os produtores procurem recursos que automatizem os processos para otimizarem suas produções, trabalhando com mais agilidade, com volumes maiores e reduzindo os impactos ao meio ambiente.

Portanto, podemos concluir que a máquina pode influenciar de formas decisivas na produção agrícola. Afinal, ela pode exercer muitas funções que vão além da colheita, como a ação de separar e debulhar os grãos, acelerando os processos e oferecendo a possibilidade de ter lucros maiores e mais rápidos.

Como escolher o melhor equipamento para sua colheita?

Sem dúvidas, um dos passos mais importantes é a escolha de qual equipamento será responsável pela colheita. Por isso, decidimos reunir também algumas dicas para ajudar esta decisão tão importante.

Primeiramente, é fundamental que o produtor conheça a rotina completa de atividades e tenha informações detalhadas sobre a cultura da lavoura.

Além disso, ele precisa entender a área de plantio, seu tamanho e quais os principais desafios enfrentados ao longo do ano.

Tudo isso é muito importante para evitar comprar máquinas maiores que o necessário, já que neste caso os custos podem até mesmo aumentar. Aliás, trabalhar com um equipamento que não é proporcional à realidade da colheita pode atrapalhar o processo, causar perda de tempo e diminuir a produtividade das ações. Por isso, é preciso apostar em uma opção adequada e que conte com elementos tecnológicos que agreguem valor.

Depois que todos os detalhes forem estudados, é preciso encontrar no mercado colheitadeiras que se encaixem na necessidade da produção.

No entanto no que diz respeito ao equipamento, alguns cuidados devem ser tomados durante a compra. Por isso, entre os requisitos para escolher a melhor opção podemos citar:

  • Controle automático da altura da plataforma de corte e acompanhamento de irregularidades do terreno;
  • Cabine climatizada, bem iluminada e com boa visibilidade;
  • Painel de controle completo e moderno;
  • Motor potente e consumo de combustível reduzido;
  • Baixo nível de ruído e facilidade de manobra.

As melhores marcas usam DID

Produzimos correntes para colheitadeiras e outras máquinas do segmento agrícola, como plantadeiras, semeadeiras, adubadeiras e tratores.

Nossos produtos são extremamente resistentes e satisfazem com total eficiência as condições de força, choque e cargas elevadas em diferentes tipos de solo.

Quer saber mais detalhes dos nossos itens? Então acesse agora mesmo o nosso site e tire suas dúvidas!